RSS

Arquivo da categoria: bh

Sábado de Sol

2008-02-24-059.jpg

É flor, é fada, é sorriso e carinho. Palhaça, circense, mágica e pé no caminho. Alessandra é tudo isso, e muito mais. Origami, artesanato, mandalas, bijoux, faz pose e figurino! Dá asas à imaginação, e com sua varinha de condão, cria e dá vida a histórias, máscaras e fantoches. A criançada adora, e quando digo criançada, refiro-me a qualquer ser humano dos 0 aos 100 anos.

Seu brilho contagia e encanta. É musa, é dança, é música e palavras, melodia sem som. Arte na veia, na vida, no olhar. Pedagoga na formação, é luz e emoção. E por alguns instantes, viramos crianças novamente. Por suas mãos viramos flor, borboleta, beija-flor, palhaços, bailarinos e atriz. Fomos fadas, fomos felizes! E de Chaplin brincamos de modelo e de cantores. Pelo jardim perambulamos, entre flores e amores. Fomos lúdicos, dádivas de um sábado sem trágicas notícias, apenas um calor aconchegante com cheiro de chuva e testas molhadas de suor e de empolgação.

Guaraná, bolacha torradinha, aconchego no quintal e recepção calorosa. Ao fim, uma cerveja gelada, bom papo, e pé na estrada. Adeus aos cactus, à menina luz. Suculentas e flores de pedra, queremos mais shows! Mandamos um telegrama e você monta a criação, espalhando sorrisos de cara pintada e pé no chão.

Ana.

Ps. 1 – “Post-homenagem” à Alessandra Batista, do Cria.Ativos. Imperdível!
Ps. 2 – Foto: Patrícia Batista. Da esq. para a dir.: João Lenjob, Ana Letícia, Alessandra Batista e Alê Quites. Maquiagem: Alessandra Batista.

 
3 Comentários

Publicado por em fevereiro 25, 2008 em bh, entrevistas, macabea, Projeto Macabéa, Reunião

 

Macabéa no Palácio das Artes em BH

lenjob.jpg

A turma do Macabéa BH, Lenjob, Alê Quites, Aninha e Milla Loureiro iniciaram em BH as entrevistas para as primeiras edições da Revista Trapiches do Projeto Macabéa, reunidos com o cantor Dandi, o violoncelista Demósthenes, a artesã Carol e a costureira Marli no café do Palácio das Artes.

 
 

2ª CONFERÊNCIA FÍSICA DO PROJETO MACABÉA em BH com macabeagás

2007-12-26-009.jpg2007-12-26-0082.jpg2007-12-26-0082.jpg2007-12-26-0082.jpg

Alê Quites, Milla Loureiro, Ana Letícia e João Lenjob  

A 2ª CONFERÊNICA FÍSICA DO PROJETO MACABÉA, realizada em Belo Horizonte, dia 26/12 das 20:00h até a polícia chegar, foi sediada na casa da Alê Quites.

Estiveram presentes: a presidente Ana Letícia, Alê Quites, Gabriela Yu, João Lenjob e os colaboradores Milla Loureiro, Mariana Tibo e da jornalista Julia Guimarães.

Iniciamos a conversa meio a bombardeios de idéias, imagens, planejamento de metas, personagens, quebra de manuais de entrevistas, apresentando contatos de artistas regionais, lugares e grandes nomes da nossa cultura. Tudo temperado com vinhos, queijos, presunto e cigarro de palha. A turma do MacaBHea é boa de prosa e golo.

O João, figurinha rodada e conhecida de BH, em diálogo com a Julia e outros participantes, pode entrelaçar seus planos e desejos a realidade de produzir boas matérias. A Julia fez teatro no Palácio das Artes, é formada em jornalismo, trabalha no Jornal O Tempo e no Jornal da Pampulha, além de fazer algumas matérias para revistas. Ela conhece alguns dos profissionais que buscamos e até a idealizadora dos site MENINAS e se propôs ajudar-nos.

2007-12-26-009.jpg
Gabriela Yu, Alê, João e Mariana Tibo

Falamos da necessidade de unirmos forças e cabeças para produzirmos matérias completas, interessantes e à moda Trapiches.

A Yu falou da sua dificuldade em montar o site do Projeto, da sua preocupação com a identidade visual da revista e da necessidade de encontrarmos pessoas comprometidas com o desenvolvimento da revista virtual.

Ressaltamos que as matérias produzidas em Belo Horizonte, levarão em grande maioria, o nome de todos os membros de BH. Firmamos a necessidade de trabalharemos em conjunto para produzirmos matérias mais completas. Ex: Se falarmos do pastel de angú da Dona Dalva, um providencia as fotos, outros a entrevista aos clientes, outros a história da receita e assim por diante, etc.

Falamos da eliminação de barreiras entre literatura e artes e da necessidade de trabalharmos temas regionais e nacionais, em todos os campos permissíveis da arte.

Trocamos idéias sobre as complicações encontradas nas reuniões via MSN, mas buscamos centrar nosso encontro na produção e na troca de conhecimentos. Os membros de “MacaBHea”, em maioria, foram unidos pelo Projeto Macabéa e até a conferência física, muitos só se conheciam via internet. Lamentamos a ausência da Lais(O João e a Ana conheceram-na pessoalmente em um bar no sábado passado).

As entrevistas aos artistas colaboradores terão início na próxima semana e as pesquisas e contatos já iniciaram.

Por Alê Quites

 
1 comentário

Publicado por em janeiro 2, 2008 em bh, conferencia, macabea, trapiches